Sem Sinalgif.gif

"Sem Sinal" é um gif onde a inscrição em branco "sem sinal" percorre um retangulo preto.

O trabalho é uma apropriação de uma espécie de aviso ou erro recorrente em dispositivos e aparelhos tanto digitais quanto analógicos para comunicar um sintoma de que algo não esta operando bem.

Isso está funcionando? Estamos em um lugar remoto ou é o fim do mundo?

É estranho porque a Lieda já tem um ano e comecei com ela fazendo máscara pra cerâmica. A máscara dela na verdade é um molde do meu rosto então é um pouco ideia de criar uma persona. O nome dela é um anagrama do meu nome, acho que ainda tô no processo de saber quem é ela de fato.. Mas talvez tenha um pouco também uma certa performatividade, com a intenção de provocar o outro numa esfera um pouco assustadora ou humorada num lugar do artifício. O José eu vejo mais como um objeto, esse veio de olhar pros objetos todos da casa e até um pouco questionar a natureza do que temos em casa, da utilidade, do afeto e tudo mais, mas eu amo muito o quanto fazer "alguem" com as coisas que você tem em casa pode ter um resultado engraçado ou engraçado pela precariedade. O nome dele veio daquele poema do Carlos Drummond que se chama José vc conhece? É muito bom

Gosto bastante de pensar a natureza das imagens de uma forma correlata a outras imagens, fico muito intrigada em como as coisas que estão no mundo estão sempre conversando de alguma forma... As vezes parece que tudo é meio separado na minha produção mas é complexo lidar com tantos lugares e possíveis pesquisas. Fico um pouco preocupada de não estar me aprofundando o suficiente em alguma coisa. Acho que talvez isso seja meu maior pesadelo nesse negócio de ser artista haha

Tanto estilha quanto consoadas foram trabalhos com uma pesquisa voltada pra pintura expandida. Uma história engraçada é que na verdade estilha era só um bloco de cera dai no dia que eu fui apresentar caiu e quebrou em varios pedaços! Acabou acrescentando um outro aspecto né? Transformou tudo do que eu tinha pensado mas foi muito bom, foi até bom ter caído haha. Na hora fiquei eufórica não sabia que título colocar mas deu certo consegui montar a tempo rs. Eu amo consoadas, penso um pouco em reverter o tratamento objetificado da mulher para o homem muito pensando na representação feminina feita por homens na história da arte e acho muito forte essa ideia de fazer os homens olharem para si mesmos como eles nos olham.

Gosto bastante de pensar a natureza das imagens de uma forma correlata a outras imagens, fico muito intrigada em como as coisas que estão no mundo estão sempre conversando de alguma forma... As vezes parece que tudo é meio separado na minha produção mas é complexo lidar com tantos lugares e possíveis pesquisas. Fico um pouco preocupada de não estar me aprofundando o suficiente em alguma coisa. Acho que talvez isso seja meu maior pesadelo haha